Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Hospital Metropolitano: Mato Grosso entra em nova fase no atendimento médico-hospitalar pelo SUS
Qui, 04 de Agosto de 2011 12:14
Com a preocupação de garantir atendimento médico-hospitalar de qualidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Governo do Estado vem implementando novos conceitos de gestão tanto na área da assistência médico hospitalar quanto nas várias áreas da saúde,cujo conceitos de humanização, modernização e acessibilidade são empregados no Sistema SUS no novo modelo de gestão. Nesta terça-feira (02.08), o governador Silval Barbosa, acompanhado do secretário de Saúde, Pedro Henry, do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e demais autoridades, deram mais um passo para a modernização do atendimento médico-hospitalar com a inauguração do Hospital Estadual Metropolitano “Lousite Ferreira da Silva”, em Várzea Grande.
A nova unidade, que ficará sob a gestão da Organização Social de Saúde (OSS), Instituto Pernambucano de Assistência a Saúde (Ipas), possui uma área total de mais de 5 mil m², com 62 leitos, equipada com quatro consultórios, quatro salas de cirurgia, leitos de recuperação anestésica, duas salas de endoscopia, 10 leitos de UTI e ampla recepção.
Durante a solenidade de inauguração do Hospital, o governador Silval Barbosa destacou que o Governo do Estado vem priorizando a ampliação da oferta do atendimento em saúde para a população. Como exemplo disso, Silval citou a ampliação dos leitos no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, e no Hospital Filantrópico Santa Helena, além da reforma administrativa nos hospitais de Alta Floresta e Rondonópolis, que também ficarão sob responsabilidade de OSS.
“Queremos ampliar ainda mais o atendimento médico-hospitalar de qualidade e gratuito para a população. Isso é possível graças à cooperação de todos. Precisamos também criar uma rede de exames, pois entendemos que um paciente não pode se deslocar de seu município para fazer exames de média e alta complexidade na Capital. Este é mais um passo para a melhoria da Saúde no Estado, e espero que os pacientes que procurarem esta unidade recebam um tratamento digno e humanizado, que é a nossa preocupação”, afirmou o Governador.
De acordo com o secretário de Saúde, Pedro Henry, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, trabalhará ainda mais para que a população receba tratamento gratuito de qualidade e humanizado “Este é um hospital público100% SUS, de atendimento totalmente do SUS, e que prestara assistência a todos os que aqui vierem sem nenhum custo para o paciente. Estamos sagrando aqui hoje uma dívida de mais de 10 anos com a sociedade mato-grossense.Nesta unidade moderna, vamos perseguir a eficiência de resultado e qualidade para cada cidadão que aqui será cuidado.A qualidade será nosso censo crítico”, ressaltou.
O presidente do Conselho do Ipas, Ednilson Paranhos, reafirmou o compromisso da OSS em gerenciar o Hospital de maneira responsável, garantindo assistência de qualidade aos usuários do SUS. “Estou muito satisfeito por termos concluído este hospital. Agradecemos a todos os envolvidos no processo, e ao Governo do Estado por ter confiado no nosso trabalho. Não iremos poupar esforços para que este hospital seja uma referência de atendimento médico-hospitalar no Estado e no País, com a garantia de atendimento diferenciado a cada paciente”, disse.
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou durante o evento que Mato Grosso tem sido exemplo na gestão pública da saúde. “Este é um evento muito importante para o Estado. O Governo do Estado tem trabalhado de maneira decisiva para o avanço no atendimento médico e tomando posse de uma das prioridades do Governo Federal, que é acabar com os gargalos nos Pronto-Socorros. Hoje Mato Grosso dá um passo importante para a melhoria da Saúde”, ressaltou.O SUS foi construído e criado para o usuário.O Estado acertou em firma parceria com Organização Social de Saúde para o gerenciamento deste estabelecimento moderno, e que sem dúvida cumprirá o seu papel”, disse o ministro.
SATISFAÇÃO
A inauguração do Hospital Metropolitano de Várzea grande representa não apenas um avanço para a gestão pública em saúde, mas também respostas mais rápidas à necessidade da população. Foi o que frisou o prefeito de Várzea Grande, Sebastião dos Reis. “Sempre esperamos melhor atendimento médico para os usuários do SUS, e hoje o comprometimento do Governo do Estado, e a grande necessidade do município transformaram este hospital em uma realidade”, afirmou.
A solenidade de abertura chamou a atenção dos moradores da região, que comemoraram a abertura da nova unidade. “Estávamos precisando deste hospital há muito tempo. Finalmente temos essa opção que vai agilizar bastante o atendimento. Quero ver nossa saúde melhorando ainda mais”, afirmou a dona de casa Neuza dos Santos.
A aposentada Gessi de Oliveira também comemorou. “Acho muito bom termos um hospital moderno como este perto de casa. Sei que ainda tem muito a ser feito, mas vejo que a saúde pública está melhorando muito”, disse.
INVESTIMENTOS
UPAS:Além da inauguração do Hospital Metropolitano, o encontro entre governador Silval Barbosa, secretário de Saúde, Pedro Henry, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, também proporcionaram vários outros investimentos no setor para o Estado de Mato Grosso. Durante seu discurso, Alexandre Padilha anunciou a construção de mais três Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas em Mato Grosso, sendo duas em Cuiabá.
O objetivo, segundo o ministro é desafogar ainda mais as filas para atendimentos de urgência em Cuiabá e Várzea Grande. “Os recursos do Governo Federal já estão disponíveis para o Estado, agora falta realizar a licitação para dar início a obra”, declarou o ministro.
SINOP:Na mesma solenidade, o governador Silval Barbosa e o ministro da Saúde também assinaram um convênio para a injeção de R$ 10 milhões em equipamentos para o Hospital Municipal de Sinop. Os recursos serão provenientes do Governo Federal, pela Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde.
PSFS:Os 141 municípios de Mato Grosso também receberam dos Governos Federal e Estadual materiais permanentes para o Programa Saúde da Família (PSFs). A ação foi possível graças as emendas parlamentares dos deputados federais, atual secretário de Estado de Saúde Pedro Henry(deputado licenciado), Eliene Lima (licenciado) e Valtenir Pereira ,que garantiu a Mato Grosso R$ 3.517.924,00 sendo R$ 3.109.456,00 de recursos federais e uma contrapartida do Governo do Estado no valor de R$ 408.468,00.

Com a preocupação de garantir atendimento médico-hospitalar de qualidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Governo do Estado vem implementando novos conceitos de gestão tanto na área da assistência médico hospitalar quanto nas várias áreas da saúde,cujo conceitos de humanização, modernização e acessibilidade são empregados no Sistema SUS no novo modelo de gestão. Nesta terça-feira (02.08), o governador Silval Barbosa, acompanhado do secretário de Saúde, Pedro Henry, do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e demais autoridades, deram mais um passo para a modernização do atendimento médico-hospitalar com a inauguração do Hospital Estadual Metropolitano “Lousite Ferreira da Silva”, em Várzea Grande.

A nova unidade, que ficará sob a gestão da Organização Social de Saúde (OSS), Instituto Pernambucano de Assistência a Saúde (Ipas), possui uma área total de mais de 5 mil m², com 62 leitos, equipada com quatro consultórios, quatro salas de cirurgia, leitos de recuperação anestésica, duas salas de endoscopia, 10 leitos de UTI e ampla recepção. 

Durante a solenidade de inauguração do Hospital, o governador Silval Barbosa destacou que o Governo do Estado vem priorizando a ampliação da oferta do atendimento em saúde para a população. Como exemplo disso, Silval citou a ampliação dos leitos no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, e no Hospital Filantrópico Santa Helena, além da reforma administrativa nos hospitais de Alta Floresta e Rondonópolis, que também ficarão sob responsabilidade de OSS. 

“Queremos ampliar ainda mais o atendimento médico-hospitalar de qualidade e gratuito para a população. Isso é possível graças à cooperação de todos. Precisamos também criar uma rede de exames, pois entendemos que um paciente não pode se deslocar de seu município para fazer exames de média e alta complexidade na Capital. Este é mais um passo para a melhoria da Saúde no Estado, e espero que os pacientes que procurarem esta unidade recebam um tratamento digno e humanizado, que é a nossa preocupação”, afirmou o Governador.
De acordo com o secretário de Saúde, Pedro Henry, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, trabalhará ainda mais para que a população receba tratamento gratuito de qualidade e humanizado “Este é um hospital público100% SUS, de atendimento totalmente do SUS, e que prestara assistência a todos os que aqui vierem sem nenhum custo para o paciente. Estamos sagrando aqui hoje uma dívida de mais de 10 anos com a sociedade mato-grossense.Nesta unidade moderna, vamos perseguir a eficiência de resultado e qualidade para cada cidadão que aqui será cuidado.A qualidade será nosso censo crítico”, ressaltou.

O presidente do Conselho do Ipas, Ednilson Paranhos, reafirmou o compromisso da OSS em gerenciar o Hospital de maneira responsável, garantindo assistência de qualidade aos usuários do SUS. “Estou muito satisfeito por termos concluído este hospital. Agradecemos a todos os envolvidos no processo, e ao Governo do Estado por ter confiado no nosso trabalho. Não iremos poupar esforços para que este hospital seja uma referência de atendimento médico-hospitalar no Estado e no País, com a garantia de atendimento diferenciado a cada paciente”, disse.
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou durante o evento que Mato Grosso tem sido exemplo na gestão pública da saúde. “Este é um evento muito importante para o Estado. O Governo do Estado tem trabalhado de maneira decisiva para o avanço no atendimento médico e tomando posse de uma das prioridades do Governo Federal, que é acabar com os gargalos nos Pronto-Socorros. Hoje Mato Grosso dá um passo importante para a melhoria da Saúde”, ressaltou.O SUS foi construído e criado para o usuário.O Estado acertou em firma parceria com Organização Social de Saúde para o gerenciamento deste estabelecimento moderno, e que sem dúvida cumprirá o seu papel”, disse o ministro.

SATISFAÇÃO
A inauguração do Hospital Metropolitano de Várzea grande representa não apenas um avanço para a gestão pública em saúde, mas também respostas mais rápidas à necessidade da população. Foi o que frisou o prefeito de Várzea Grande, Sebastião dos Reis. “Sempre esperamos melhor atendimento médico para os usuários do SUS, e hoje o comprometimento do Governo do Estado, e a grande necessidade do município transformaram este hospital em uma realidade”, afirmou.
A solenidade de abertura chamou a atenção dos moradores da região, que comemoraram a abertura da nova unidade. “Estávamos precisando deste hospital há muito tempo. Finalmente temos essa opção que vai agilizar bastante o atendimento. Quero ver nossa saúde melhorando ainda mais”, afirmou a dona de casa Neuza dos Santos.
A aposentada Gessi de Oliveira também comemorou. “Acho muito bom termos um hospital moderno como este perto de casa. Sei que ainda tem muito a ser feito, mas vejo que a saúde pública está melhorando muito”, disse.

INVESTIMENTOS
UPAS:Além da inauguração do Hospital Metropolitano, o encontro entre governador Silval Barbosa, secretário de Saúde, Pedro Henry, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, também proporcionaram vários outros investimentos no setor para o Estado de Mato Grosso. Durante seu discurso, Alexandre Padilha anunciou a construção de mais três Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas em Mato Grosso, sendo duas em Cuiabá. 

O objetivo, segundo o ministro é desafogar ainda mais as filas para atendimentos de urgência em Cuiabá e Várzea Grande. “Os recursos do Governo Federal já estão disponíveis para o Estado, agora falta realizar a licitação para dar início a obra”, declarou o ministro.
SINOP:Na mesma solenidade, o governador Silval Barbosa e o ministro da Saúde também assinaram um convênio para a injeção de R$ 10 milhões em equipamentos para o Hospital Municipal de Sinop. Os recursos serão provenientes do Governo Federal, pela Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. 

PSFS:Os 141 municípios de Mato Grosso também receberam dos Governos Federal e Estadual materiais permanentes para o Programa Saúde da Família (PSFs). A ação foi possível graças as emendas parlamentares dos deputados federais, atual secretário de Estado de Saúde Pedro Henry(deputado licenciado), Eliene Lima (licenciado) e Valtenir Pereira ,que garantiu a Mato Grosso R$ 3.517.924,00 sendo R$ 3.109.456,00 de recursos federais e uma contrapartida do Governo do Estado no valor de R$ 408.468,00.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Federal de Medicina -Todos os direitos reservados
Endereço do CRMMT Rua E, S/Nº Centro Politico Adminidtrativo - Caixa Postal 10020, CEP: 78049-918, Telefone (65) 3612-5400, Fax (65) 3612-5440 
Cuiabá-MT